TELEFONE (11) 3666-9893 - Atendimento: 9:00 às 17:00

Parceiros

Celulares Samsung Galaxy antigos viram dispositivos de casa conectadaPostado em: 12 de janeiro de 2021

A reutilização de celulares antigos faz parte de um programa da Samsung que pretende diminuir a quantidade de lixo eletrônico

Samsung aproveitou seu espaço virtual na CES deste ano para apresentar um programa chamado Galaxy Upcycling at Home, que visa transformar celulares Galaxy antigos em dispositivos para ajudar no trabalho de casa conectada. Com ele, aparelhos já sem uso podem funcionar até mesmo como babá eletrônica.

Os smartphones já são dispositivos recheados de sensores que podem ajudar na composição de gadgets para tornar a casa mais inteligente e conectada. Foi pensando nisso que a Samsung criou o Galaxy Upcycling at Home para celulares mais antigos e que certamente estão jogados em alguma gaveta – supondo que você não venda um aparelho usado para comprar outro novo, claro.

A ideia funciona assim: uma atualização de software opcional é enviada ao smartphone para transformar o Galaxy em outro produto, ou dar uma função específica para ele. A Samsung ofereceu dois exemplos durante sua apresentação no vídeo abaixo, sendo que o primeiro coloca um celular como babá eletrônica. O programa utiliza o microfone do aparelho para identificar quando o bebê começa a chorar, para então este gadget enviar um alerta para o quarto onde o casal dorme.

O segundo utiliza o sensor de luminosidade que existe em praticamente qualquer smartphone vendido pela empresa coreana nos últimos anos. Com o celular preso na parede, o componente detecta que está escuro e assim liga as luzes automaticamente. Neste mesmo momento, uma notificação é enviada ao dono do gadget com uma descrição do que aconteceu.

Como em ambos os casos a Samsung utilizou celulares já antigos, o vídeo sempre mostra que o adaptador de tomada precisa estar presente – poderia ser um bom motivo para não removê-lo, não é?

Samsung quer evitar celulares no lixo

O Galaxy Upcycling at Home pretende diminuir a quantidade de lixo eletrônico que é produzido no mundo. Ele também funciona como uma forma da empresa garantir que o consumidor que escolheu a marca no passado continuará com ela nos próximos modelos que for comprar.

Eu mesmo já utilizei, por muito tempo, um celular Android muito antigo como câmera de segurança, colocando o aparelho plugado o tempo todo na tomada e rodando um aplicativo chamado Alfred. A ideia por aqui foi mista, começou como forma de manter o olho na garagem e depois foi transformado para acompanhar o que o Boris (meu Dachshund) fazia sozinho, enquanto eu estava na rua.

Ter uma função semelhante e oficial é mais interessante do que depender de soluções de terceiros, já que ela pode funcionar mais alinhada com a atual situação do gadget.

A Samsung não deu nenhum detalhe do programa, como quais smartphones podem receber a atualização e quais funções eles podem ter – para além dos dois exemplos. Também não sabemos quando o Galaxy Upcycling at Home será oficialmente iniciado.

 

Fonte: Tecnolog