TELEFONE (11) 3666-9893 - Atendimento: 9:00 às 17:00

Parceiros

Chile acelera lançamento de 5G, mas reforça segurança, diz autoridadePostado em: 23 de março de 2021

O Chile está acelerando plano para implantar uma rede 5G na maior parte do país dentro de dois anos, disse um alto funcionário à Reuters, mas garantirá uma supervisão rigorosa em um momento de tensões globais em torno de segurança digital.

Com os Estados Unidos e a China em disputa sobre segurança digital e proteção de dados, o Chile, que conta os dois países como principais parceiros comerciais, manterá as portas abertas para qualquer empresa que aderir a suas regras, disse a subsecretária de telecomunicações, Pamela Gidi, à Reuters.

“Desde que (os regulamentos) sejam respeitados, não temos e nem vamos influenciar a cadeia de fornecedores e nem a nacionalidade das empresas”, afirmou.

O calendário de dois anos coloca o Chile bem à frente de seus vizinhos regionais, e Gidi disse esperava que isso atraia a Amazon Web Services. A unidade da Amazon.com (NASDAQ:AMZN) (SA:AMZO34) há muito avalia a ideia de instalar uma central de processamento de dados no Chile ou Argentina.

“Achamos que obviamente (a implantação do 5G) pode ajudar na decisão da Amazon e de outras empresas que no futuro decidirem se instalar no Chile”, disse ela.

A WOM, uma marca de telefonia móvel lançada pela firma de investimentos Novator Partners, com sede em Londres, ganhou uma licitação do governo em fevereiro para estabelecer um espectro 5G no Chile, além da Movistar, com sede na Espanha, e da empresa de telecomunicações chilena Entel (SN:ENTEL).

Analistas de mercado chilenos especulam que a WOM contratará a Huawei, líder do setor, para fornecer os equipamentos necessários para sua rede 5G.

A WOM não respondeu imediatamente a um pedido de comentário. A Huawei não quis comentar, mas negou repetidamente as alegações dos EUA de que é um risco à segurança e diz que cumpre as leis locais nos países em que opera.

Gidi disse que a WOM é livre para escolher a melhor forma de implantar a tecnologia de sua rede dentro dos termos de seu contrato.

“Damos liberdade às empresas concessionárias de espectro para tomarem suas decisões comerciais livremente desde que as normas técnicas (de segurança digitala) sejam respeitadas.”

 

Fonte: Investing