TELEFONE (11) 3666-9893 - Atendimento: 9:00 às 17:00

Parceiros

Controladores de segurança começam a ser instalados em avenidas de Santa MariaPostado em: 2 de outubro de 2019

Serviço integra sistema de cercamento eletrônico da cidade

A prefeitura de Santa Maria começou a instalar controladores de segurança em três das principais avenidas da cidade: Diácono João Luiz Pozzobon, Élvio Basso e Walter Jobim. O serviço integra o sistema de cercamento eletrônico da cidade.

 

Quando começarem a funcionar, os equipamentos serão capazes de identificar placas de veículos – o que ajudará na identificação de casos de clonagem, furtos ou roubos. Ainda será possível verificar casos de excesso de velocidade e também constatar situações de não cumprimento da sinalização viária como avanço de sinal vermelho, por exemplo. Se constatada irregularidade na conduta do motorista, ele poderá ser multado.

 

De acordo com o chefe da Casa Civil, Guilherme Cortez, os equipamentos não funcionarão como pardais e sim com foco na segurança da cidade:” são equipamentos mais eficientes, capazes de identificar as placas e todas as situações referentes ao veículo. Vai possibilitar a verificação de veículos roubados, que estão no sistema estadual com aleta de roubo. Os equipamentos não estão previstos para começarem multando por excesso de velocidade, não são pardais. Eles têm essa funcionalidade também e nós vamos definir quando isso vai começar a funcionar. O foco dele, em um primeiro momento, é a segurança”.

 

O monitoramento se dará em tempo real na chamada Central Integrada de Operações (Ciop), que reunirá os órgãos de segurança pública e funcionará no prédio da antiga sede da Justiça Militar, na Avenida Medianeira.

A empresa que venceu a licitação para executar o serviço por um ano a um custo de R$ R$ 5,8 milhões é a Vigillare Sistemas de Monitoramento. O contrato pode ser renovado por mais 60 meses.

 

Nesta primeira etapa serão instalados seis equipamentos ao longo das avenidas Diácono João Luiz Pozzobon, no Bairro Km 3, Hélvio Basso, no Bairro Uglione, e Walter Jobim, no Bairro Patronato. A projeção da prefeitura é de que os equipamentos comecem a funcionar até 21 de outubro. Já a Central, conforme Cortez, deve entrar em operação até o fim do ano.

 

O projeto do cercamento eletrônico também prevê a instalação de controladores de segurança junto a semáforos. Conforme a prefeitura ainda não há definição dos locais que receberão os equipamentos, mas a perspectiva é de que seja concluído até o final de novembro.

 

Ao todo, serão instaladas 691 câmeras em locais de maior circulação de pessoas em Santa Maria. As câmeras vão funcionar em 146 pontos da cidade, como na Praça Saturnino de Brito, Calçadão, Parque Itaimbé, em 69 escolas da rede municipal de educação e em 32 postos e unidades básicas de saúde.

 

No projeto do cercamento, conforme o edital, também estão inclusos equipamentos de alarmes, de controle de semáforos e de rastreamento veicular. A intenção é poder rastrear os acessos à cidade e garantir o monitoramento, em tempo real, de quem entra e sai de Santa Maria.

 

Fonte: GaúchaZH