TELEFONE (11) 3666-9893 - Atendimento: 9:00 às 17:00

Parceiros

Estresse pode levar a crimes e acidentesPostado em: 8 de agosto de 2019

Recente pesquisa americana revelou que o endividamento de funcionários diminui a produtividade das empresas em até 15%. Na verdade, a preocupação excessiva e taxas altas de estresse levam qualquer pessoa ao desequilíbrio do corpo e mente. Na área da segurança pública e privada acontecem os mesmos reflexos.

Recordo-me que há alguns anos um vigilante bancário matou um cliente dentro da agência. Os relatos mostravam que a vítima ofendeu bastante o vigilante, que em dado momento perdeu a cabeça, sacou seu revolver e desferiu um tiro fatal. O agente de segurança não fugiu, simplesmente procurou o gerente da unidade, explicou o que fez, entregou a arma de fogo e permaneceu em pé, estático, sem falar mais nada. Ele sabia que havia cometido um grande erro que não tinha como reparar.

 

Resultado de imagem para estresse

 

 Na época, diversos veículos de comunicação me procuraram para saber se o motivo do homicídio fora falta de treinamento ou falha na capacitação do profissional. Expliquei que para alguém se tornar vigilante tem que fazer curso de formação em empresa credenciada pela Polícia Federal. Após aprovado, precisa passar por reciclagem obrigatória a cada 2 anos como garantia de atualização.

É importante entender, que em qualquer área profissional, se o colaborador estiver com alto nível de estresse em razão de motivos pessoais, familiares ou financeiros, refletirá diretamente no desempenho de suas funções profissionais, o que pode provocar erros, desvios de conduta e falhas graves. No trânsito, é muito comum encontrar pessoas totalmente descontroladas praticando as maiores barbaridades na direção de um carro. A justificativa não é falta de habilitação mas geralmente o estado emocional do motorista naquele momento.

 

JORGE LORDELLO