TELEFONE (11) 3666-9893 - Atendimento: 9:00 às 17:00

Parceiros

FAB promove 1ª Conferência de Armamento AéreoPostado em: 21 de outubro de 2021

Força Aérea Brasileira (FAB), por meio do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), promoveu nesta quarta-feira (20), a 1ª Conferência de Armamento Aéreo, com o tema “A soberania da Pátria começa com o domínio dos céus!”. O encontro aconteceu na Escola Superior de Defesa (ESD), em Brasília (DF).

Participaram da conferência o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior; o Chefe do EMAER, Tenente-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno; o Comandante da Escola Superior de Guerra, Tenente-Brigadeiro do Ar Luis Roberto do Carmo Lourenço; o Comandante da ESD, Vice-Almirante Paulo Renato Rohwer Santos, Oficiais-Generais do Alto-Comando da Aeronáutica, Oficiais-Generais da FAB, além de Oficiais Superiores do Estado-Maior da Aeronáutica.

Foram debatidos assuntos como as ameaças e as capacidades estratégicas e da Força; as teorias dos mísseis; o preparo e o emprego operacional; os desafios e as necessidades logísticas; e as perspectivas no âmbito da ciência e tecnologia.

De acordo com o Comandante da Aeronáutica, a Força Aérea é armada pela capacidade dos armamentos inseridos nos sistemas bélicos. “Esse entendimento tem que estar em cada um dos nossos Oficiais-Generais e esta é a importância e o motivo de reunir todos eles, atualizando-os quanto aos nossos projetos estratégicos, capacidades bélicas e necessidades futuras”, destaca.

O Chefe do EMAER explica o objetivo do evento. “Estamos enaltecendo aquilo que faz a diferença entre as Forças Aéreas no mundo, o seu armamento, principalmente no momento em que nós, ao adquirirmos a aeronave Gripen, estamos também colocando em nosso acervo novos equipamentos e armamentos. E é bom que os Oficiais-Generais e os Coronéis do Estado-Maior, aqueles que ajudam a pensar a Força Aérea, obtenham esses conhecimentos”, salienta o Tenente-Brigadeiro Damasceno.

O Tenente-Brigadeiro Lourenço frisou a importância da Força Aérea em realizar a 1ª Conferência de Armamento Aéreo. “Receber uma conferência, como esta, é de vital importância, na qual estamos decidindo os rumos, onde vamos chegar e onde queremos chegar”, diz o Oficial-General.

 

Fonte: FAB