TELEFONE (11) 3666-9893 - Atendimento: 9:00 às 17:00

Parceiros

Secretário nacional de Segurança: isolamento de chefes de facções ajudou na queda de homicídiosPostado em: 27 de agosto de 2019

BRASÍLIA – O secretário nacional de Segurança Pública, Guilherme Theophilo, credita a redução dos crimes violentos intencionais(homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte) ao aumento da coordenação entre as esferas de governo e a ações como o isolamento, em presídios federais, de chefes das principais facções do crime organizado.

 

O Ministério da Justiça planeja, para os próximos dias, o lançamento oficial do programa “Em Frente Brasil”, focado na redução da criminalidade. Cinco cidades foram escolhidas para o projeto-piloto: Ananindeua (PA), Goiânia (GO), Cariacica (ES), São José dos Pinhais (PR) e Paulista (PE), uma em cada região do país. Pesquisadores já estão há mais de um mês nos municípios colhendo dados para os diagnósticos locais de segurança, com informações de diversos indicadores e um direcionamento para os bairros mais violentos de cada município. A previsão é que, a partir de janeiro, planos específicos passem a ser implantados em cada um dos municípios.

Por que os homicídios estão caindo?

 

São vários fatores, mas eu citaria, primeiro, a transferência das lideranças criminosas. Nunca antes tinha sido feita uma operação de transferir as principais lideranças criminosas de São Paulo. Esperava-se um “salve geral” da facção, uma tragédia nacional, e não foi. Transferimos também no Ceará e no Pará. Há mais rigidez dentro das penitenciárias, com o advento da força-tarefa de intervenção prisional. Os presídios não serão mais quartéis de comando do crime organizado. Ordens todas emanavam de dentro dos presídios. Citaria também a integração efetiva entre as esferas federal, estadual e municipal e a atuação nas fronteiras, porque estamos dando grande desfalque à parte econômica do crime organizado com as apreensões.

 

Fonte: https://oglobo.globo.com/brasil/secretario-nacional-de-seguranca-isolamento-de-chefes-de-faccoes-ajudou-na-queda-de-homicidios-23907405