TELEFONE (11) 3666-9893 - Atendimento: 9:00 às 17:00

Parceiros

Segurança no sistema prisional é reforçada com instalação de novos scanners corporaisPostado em: 17 de fevereiro de 2020

Serão instalados, até junho, mais quatro aparelhos de raio X corporal (body scan), tecnologia que aperfeiçoa as vistorias nas unidades penitenciárias. Com a instalação desses novos equipamentos, o sistema penitenciário do Maranhão passa a ter sete aparelhos de escaneamento corporal.

Serão beneficiadas, na capital, a Portaria Unificada (PU) da Unidade Prisional de Ressocialização São Luís 6 (UPRSL 6), e, no interior, as Penitenciárias Regionais de Imperatriz, Timon e Pinheiro.

Com o aparelho na Portaria Unificada da UPSL 6, também será contemplado com a ação de reforço da segurança o Centro de Observação, Classificação e Triagem (COCT). Lá já esta sendo instalado um body scanner, duas esteiras de raio X, quatro portais detectores de metais, raquete e banqueta detectora de metais.

A vistoria de raio X corporal já vem sendo realizada na Portaria Unificada do Complexo Penitenciário São Luís e na Penitenciária Regional São Luís, onde já existem dois aparelhos em funcionamento na primeira e um equipamento na segunda. Juntas, elas possuem um total de três body scanners, cinco esteiras de raio X, sete portais detectores de metal, raquete e banqueta detectores de metais.

A Portaria Unificada do Complexo Penitenciário contempla cinco unidades, sendo elas: as Unidades Prisionais de Ressocialização São Luís (UPSLs) 1, 2, 3, 4 e 5. As revistas eletrônicas evitaram, só em 2019, que 2.329 pessoas adentrassem nas 45 unidades prisionais com algum ilícito.

Nestas revistas, os visitantes e servidores passam pelo raio X, assim como alimentos e pertences pessoais. As demais unidades que não possuem Portaria Unificada utilizam para controle de acesso portais detectores de metais, esteira de raio X, raquetes e banquetas com detectores de metais.

 

Fonte: O Imparcial